domingo, 10 de abril de 2011

Arroz de Lapas Ilhéu

Esta receita começou com a seguinte mensagem no meu telemóvel:

prof aki é o ricardo. a prof sempre ker lapas? 

O Ricardo é um aluno meu que , com quase quarenta anos, estuda  abrangido pelo programa Novas Oportunidades. Trabalha de dia e estuda à noite. Recebe um ordenado miserável, segundo ele, e costuma ir às lapas para ganhar mais uns dinheirinhos para sustentar a família, esposa, filha e mãe, com quem vive. Tem sonhos que vão para além da ilha e sei que um dia os vai concretizar.

Eu sabia que as lapas que o Ricardo tinha apanhado não eram "gradas" (como se diz por aqui) mas nem ponderei em recusar a compra. E lá fui buscá-las acabadinhas de ser apanhadas, ainda envoltas em maresia.

E fiz o arroz de lapas que  descrevo abaixo.

Baseei-me em duas receitas que constam do livro Receitas Portuguesas de Francisco Guedes.
Este livro é um verdadeiro hino à gastronomia portuguesa, reunindo com sabedoria os sabores tradicionais das várias regiões de Portugal e revelando truques de bem cozinhar.


Esta receita que vos apresento é baseada em duas receitas de arroz de lapas de Francisco Guedes, a Açoreana e a Madeirense. Dei-lhe contudo um toque pessoal - inventei -adicionando-lhe um cálice de vinho do Porto e o tomate frito.

Parece-lhe estranha a combinação? Mas ficou muito bom.



"(...) O prato nacional é como o romanceiro nacional, um produto de génio colectivo: ninguém o inventou e inventaram-no todos."

(in José Quitério, Livro de Bem Comer)

Ingredientes

Lapa miúda (com as conchas pesava 1,5kg)
2 chávenas de arroz
4 chávenas da água coada da fervedura das lapas
4 dentes de alho
1 cebola média
1,5 dl de azeite
1 cálice de vinho do porto
2 cravinhos
pimenta branca
1 folha de louro
1 tomate maduro ou tomate triturado (usei tomate frito)
salsa picada
sal q.b.

Modo de Confeccionar

Colocam-se as lapas num tacho com água a ferver e deixa-se levantar fervura novamente. Coa-se a água e reserva-se.
Desconcham-se as lapas. Reservam-se.
Refoga-se em azeite a cebola e o alho picados de forma miudinha.
Adiciona-se o tomate picadinho.
Colocam-se os temperos.
Junta-se as quatro chávenas de água coada da fervedura das lapas e o cálice de vinho do Porto.
Deixa-se ferver. Adiciona-se o sal.
Adiciona-se o arroz.
Introduz-se as lapas estando o arroz quase cozinhado.
Polvilha-se com salsa picada.

Bom apetite!

Patrícia

7 comentários:

Receitas ao Desafio disse...

Patrícia, confesso que este post me deu vontade de experimentar arroz de lapas (até agora, só as comi grelhadas). Adorei o teu texto sobre o teu aluno, adorei a fotografia, adorei a receita. Está tudo tão apetitoso! Tens que me arranjar o número do Ricardo. Não me importo que as lapas não sejam gradas, aliás, nem gosto delas muito grandes. Bjs, Ilídia

Receitas ao Desafio disse...

Obrigada Ilídia por tão caloroso comentário.
O arroz ficou mesmo saboroso.
Bjs Patrícia

Gisela disse...

À tantos anos que não como lapas, comia um prato desse arroz com muito gosto.
Um beijinho e boa semana

são33 disse...

ESSE ARROZ ESTA UMA MARAVILHA, TEM UM ASPECTO SUPER DELICIOSO.
BJS

Receitas ao Desafio disse...

Depois de ver esta receita... fiquei com água na boca!!! Bom prato com um belo copo de vinho. PMT

Yolanda Quimby disse...

These recipes all look sooooo mouth watering...I wish I could get them transcibed into english...I also wish I could speak spanish, but that's nother issue :-)

António Trigo disse...

Hoje comi lapas grelhadas feitas por mim e fiquei a pensar como seria um arroz de lapas visto gostar muito de arroz e de lapas. Vou experimentar esta receita que parece ser deliciosa. Obrigado.