segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pudim de laranja com vinho do Porto


Neste fim de semana fiz duas sobremesas porque tive uma convidada especial para jantar cá em casa. Uma delas foi este delicioso pudim que me deu algum trabalho, mas nada que não conseguisse resolver. E o resultado foi surpreendente: um pudim sedoso e delicado que se desfaz na boca. Experimentem porque vale a pena. Não é um pudim muito grande, apesar de levar tantos ovos, e não é nada light, mas dias não são dias e por uma delícia destas vale a pena pecar :)



Ingredientes:

450 g de açúcar
9 ovos
1 c. de chá de manteiga derretida - usei manteiga vegetal
Sumo de 2 laranjas (220 ml) - usei laranja da terra "doce comá sucre" como me disse o vendedor regional :)
1 cálice de vinho do Porto (100ml)
Fiz assim:

Barrei uma forma de buraco com caramelo líquido.
Bati todos os ingredientes na bimby até ficarem bem misturados, uns segundos na vel.4.
Levei a cozer em banho maria com a forma tapada durante 45 minutos em forno quente. Ao fim desse tempo ainda estava líquido e como tinha que sair deitei na Masterchef em banho maria no menu 2.

Servi depois de frio.


 Fonte:  Flagrante Delícia

Espero que gostem da sugestão.

Beijinhos                                                                                   P.S- Se quiserem ver um dos pratos principais do jantar espreitem no meu blogue.     
                                            
Susana


10 comentários:

São Ribeiro disse...

Fiz um parecido um dia destes.
O teu ficou lindo.
Boa semana
bjs

pedra de sal disse...

Que delicia!! Adoro pudins... Adoro! Ando ha que tempos a tentar fazer um pudim de laranja!

Receitas ao Desafio disse...

Já deves saber que sou fã de pudins, Susana. E este não me escapa ;)
Só tenho duas dúvidas: é mesmo obrigatório cozer tapado? E a cozedura pode ser apenas e só no forno, certo?
Bjs.
Maria

Susana disse...

Olá Maria, por acaso já reparei que és uma rapariga virada para os pudins ;)
Eu também adoro, mas prefiro-os no verão este foi porque deu jeito fazer de véspera senão teria sido outra sobremesa.
Acho que não precisa ser coberto para assar, mas eu como tenho uma forma de pudim com tampa tenho que lhe dar uso,lol ;) E como na Marterchef ele cose a vapor acho importante o seu uso. Também pode ser só cozido no forno.

Beijinhos

Marisa Valadas disse...

Que lindo ficou

Luisa Alexandra disse...

Que maravilha de interior tem esse pudim, fantástico mesmo!

foodwithameaning disse...

Gosto muito de pudins. A textura deste está fonemomal. A cor, essa, está esplêndida. O vinho do porto deve ter conferido um sabor bem bom.

Receitas ao Desafio disse...

Susana:
Obrigada pelos esclarecimentos ;)
Bjs e boa semana.
Maria

Receitas ao Desafio disse...

Obrigada a todas pelos simpáticos comentários é sempre um privilégio recebe-los :)
Voltem sempre.

Beijinhos

Susana

Santa Gastronomia disse...

Susana:

fiquei aqui babando! Isso deve ter ficado dos Deuses!

Bjinhus..