quarta-feira, 4 de abril de 2012

Regueifa de Páscoa






Ingredientes
450 g de farinha T65
150 ml de leite
3 ovos 
100 g  de manteiga
100 g de açúcar
1 cálice de vinho do porto
raspa de 1 limão
sumo de 1/2 limão
25 g de fermento de padeiro ou 1 saqueta de fermento granulado
1 pitada de canela
1 gema para pincelar

Preparação na Bimby (com resultado à vista)

Coloca-se no copo o leite, o fermento e o sal e seleciona-se 37 graus, 2 minutos, Vel.1.
Juntam-se os restantes ingredientes, com exceção da farinha. Marca-se 2 minutos, Vel 3.
Adiciona-se a farinha aos poucos com a máquina em funcionamento. Marca-se 3 minutos, Velocidade Espiga.
Retira-se a massa do copo e deixa-se levedar em recipiente tapado e em local morno.

Obs. Costumo envolver o recipiente com uma toalha de mesa para mantê-lo bem abafado.
Passadas 4 horas retiro a massa e coloco-a numa superfície enfarinhada. 

Divido-as em duas partes iguais e moldo duas tiras.
Entrelaço as tiras uma na outra em forma de coroa.
Pincelo a massa com gema de ovo.
Cozo a 180 graus, em forno pré aquecido, durante cerca de 30  minutos.

Preparação Tradicional (não testada por mim)

Dissolver o fermento no leite morno. 
Colocar a farinha em monte, abrir um buraco no meio, colocar o leite com o fermento e os restantes ingredientes.
Amassar bem, até se conseguir formar uma bola, sovando bem a massa. 
Moldar a regueifa em círculo ou fazer duas tiras de massa e enroscar uma na outra. 
Deixar levedar durante 1 hora em local ameno.
Pincelar com a gema.
Coze a 180 graus, em forno pré aquecido, durante cerca de 30  minutos.

Uma doce Páscoa!

Patrícia

Se tiverem curiosidade em consultar a receita do Folar Açoriano, podem fazê-lo aqui.


5 comentários:

Ana disse...

Gosto muito de regueifas doces, ficou linda a tua.

bj
ladyaofogao.blogspot.com

Ondina Maria disse...

adoro regueifas doces, em qualquer altura do ano :)

Luisa Alexandra disse...

Que interior tão apetitoso!

Ana disse...

Está muito apetitosa!

Beijinhos

Ilídia disse...

Regueifa é a massa sovada de Santa Maria da Feira, terra do Paulo. Este ano, vou fazer-lhe uma. A ver se trago a Páscoa dele até cá. Assim que vi a receita da Lina (Aroma de Café), há uns tempos, decidi que seria aquela. Não sei se por ela ser da Feira :) A tua também está linda, bem douradinha.
Um beijinho