quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Tarte de Chocolate Cá de Casa




Apesar de constituir-se como uma verdadeira bomba calórica, esta tarte de chocolate é, no meu "modesto" entender, a mais saborosa tarte de chocolate de todas as que até aos dias de hoje provei. A receita tem vários anos, porque sempre conheci esta tarte cá em casa, e fui buscá-la ao caderninho de receitas da minha mãe com o título " Tarte de Chocolate da Leonesa". A Leonesa vem a ser a cunhada da minha tia-avó que tem 90 anos. A Leonesa deve ser uma década mais nova. (peço desculpa por este aparte que, na realidade, não interessa aqui para a receita, exceto para confirmar o facto de que a receita não é recente). O que me intriga é que pessoas com esta idade, pelo menos aqui nas ilhas, não tinham o costume de fazer tartes doces e quiches, uma coisa moderna e das cozinheiras de hoje. Será mesmo assim? Perguntem às vossas mães e avós e depois digam-me. Só por curiosidade.

Vamos então à receita.


Massa


250 g de bolacha Maria; 
125 g de manteiga amolecida; 
2 colheres de sopa de açúcar (não coloquei); 
3 colheres de sopa de leite


Recheio


125 g de chocolate de culinária; 
30 g de farinha; 
50 g de açúcar; 
80 g de manteiga; 
1 colher de chá de maizena; 
2 ovos inteiros; 
1 mousse; 
1 cálice de rum ou aguardente (utilizei  vinho do Porto); 
2,5 dl de leite.


Cobertura


300 ml de natas
2 ou 3 colheres de açúcar


Modo de preparação


Tritura-se a bolacha e mistura-se com a manteiga, o açúcar e o leite até estar moldável para se forrar o fundo de uma tarteira grande. Leva-se ao forno a tostar ligeiramente a massa. Deixa-se arrefecer.

Batem-se os ovos e juntam-se as farinhas, o açúcar e mistura-se bem.
Adiciona-se o leite a ferver. Vai ao lume até fazer creme, mexendo sempre. Junta-se a manteiga, o chocolate moído, o pó de mousse e o rum. Mistura-se bem e coloca-se por cima da base de bolacha. 
Numa tigela batem-se as natas previamente refrigeradas. (Quando as compro vão logo diretamente para o frigorífico. Coloco-as no congelador 1 hora antes de batê-las). Depois de batidas, adicionam-se as colheres de açúcar e bate-se novamente para dissolver e incorporar o açúcar.
Dispõe-se este chantilly por cima da camada de chocolate já colocada na tarte.

Obs. É conveniente deixar arrefecer o recheio antes de colocar o chantilly.


Vai uma garfada?

Patrícia

34 comentários:

SarinhaT - No Conforto da Minha Cozinha... disse...

Oh meu Deus, que tentação, fiquei mesmo a babar.
Realmente no livro de receitas da minha mãe e assim não há nada de tartes, o mais parecido é o toucinho do céu...
Beijocas.
P.S. Está perfeita. Tenho pena de não a poder fazer em breve porque a malta cá de casa não gosta de natas, e fazê-la só para mim... oh god, acho que tenho que esperar por uma ocasião com mais gente. Bjs

Su disse...

Então não ía? Só de olhar já me estou a babar...

Picarota disse...

Parece deliciosa! EStamos sincronizadas, em relação às tartes de chocolate. Se bem que a minha foi um improviso total. Para a próxima será esta! Beijinhos

Tixa disse...

Está perfeitíssima a fatia!
Adorei a receita.
Beijinhos

Sofia.Lopez disse...

Ficou maravilhosa, uma linda tarte de chocolate! Que delícia deve ser...
Realmente é moderna e não sabia que antigamente já faziam tartes assim...uma excelente relíquia ;)
Beijinhos

Catarina - ReceitaseSaboresdoMundo disse...

Que delicia de tarte de chocolate... Ainda por cima receita de família que eu gosto tanto. Mesmo que seja uma verdadeira bomba calórica, comendo com moderação não faz mal hehehe Eu bem não me importava nada de comer uma fatia : ) Esta com um aspecto delicioso.

Beijinhos

G de Guloseimas disse...

Adorei! Adoro tudo que leve chocolate e esta tarte é uma verdadeira tentação!!!!

Ratolinha disse...

Santo, Santo, e mais nem digo.
Só de olhar, perdemo-nos....
Linda, linda, linda
beijo

Susana disse...

Essa tia devia ser super moderna devia andar sempre na moda, porque no livrinho da minha mãe só abundavam bolos! Não me importava nada de ter tido essa tia não desarredava o pé da soleta dela,lol.
A minha madrinha (que é mais nova que a minha mãe)é que já fazia queijadas e pudins o que era algo de novo (tambem andava sempre por lá,lol).
Gostei da tua tarte e sendo de chocolate deve ser deliciosa. Esqueçamos as calorias por momentos,lol.

Beijinhos

Ilídia disse...

Pura gula, esta tarte. Quanto à tua dúvida, parece-me que essa senhora era "muito à frente". As minhas avós nunca fizeram tartes. Só bolos, arroz doce, sopas fritas e pouco mais. As primeiras tartes que comi foram feitas pela minha mãe. Beijos

Ginja disse...

Que tarte linda, fiquei de olho nela :) Realmente no livro de receitas da minha mãe e avó não aparecem tartes, que estranho. Essa tia já devia ser uma modernaça!!hehe. Posso servir-me duma fatia?
Um beijinho.

Nelinha disse...

Apesar de bomba calórica, peço desculpa, mas não me fico pela garfada!!! Quero mesmo uma fatia

Mar disse...

O meu ponto fraco, o chocolate:) Declinado em bolos, tartes, mousses. Não sou assim muito de devorar tabletes de chocolate sem mais:) Ou de transformar o chocolate num ritual que pretenda compensar seja o que for. Esta sua tarte ficou linda. E gosto muito do facto de ser uma daquelas coisas testadíssimas, que já deram prova sucessivas vezes. De casa, portanto. Obrigada. Pela receita. E pela beleza quase tangível das imagens.

Um beijo.

Mar

RUTE disse...

Que perfeição de tarte.
Enche o olho de qualquer um que aqui passe!
Aliás, essa tarte chamou por mim lá da coluna direita do meu blog :)
Muito linda e muito boa concerteza.
Beijinhos.
Rute

Babette disse...

Fiquei intrigada com a origem da receita... De alguém com poderes adivinhatórios sobre o que ia ser o futuro das sobremesas?.... Se sim, e se tiver deixado escrito os números do euromilhões...
Beijo
Babette

Xana disse...

Ficou mesmo linda e super perfeita... adorei as camadas :)
beijinho

Moni disse...

Bem eu acho que engordei só de olhar :) tem optimo aspecto e não duvido que seja saborosa como dizes, eu acredito :)

Beijinho

Lina disse...

Olá, Patrícia!Uma garfada não ia chegar para mim!Esta tarte tem um aspecto tão bom que já estou a salivar!Adorei!
Beijinhos

Receitas ao Desafio disse...

Olá. Para mim construir um blog é isto. Mais do que dar a conhecer o que se vai criando nesse espaço alquímico que é a cozinha é transmitir com simplicidade o que o que nos rodeia nos suscita, quer seja o produto final de uma receita, uma planta, um olhar, uma paisagem...Apreciei profundamente as vossas reações à tarte de chocolate da Leonesa, uma cozinheira de mão cheia. Se chegarem a experimentar esta sobremesa digam-me se vos agradou, se fariam alterações e quais. Esta interação é, no meu entender, fundamental para a aprendizagem e enriquecimento de todas e todos nós.
Um abraço
Patrícia

Sérgio Gomes disse...

Esta tarte esta uma verdadeira tentação! A receita já está guardada e vou sem duvida experimentar.
Em resposta ao teu comentário no meu blog, Gimonde, a terra do teu marido, é paragem obrigatória para mim sempre que vou a Bragança! Magníficos restaurantes, especiais na sua simplicidade e onde não dispenso comer a boa "Posta à Mirandesa".

Beijos.

Cozinha Perfumada disse...

Patricia, sua tarte de chocolate ficou um pecado!!Adoraria um pedaço dela agora mesmo! !Deliciosa e linda !! Beijos Tereza

M. disse...

Patrícia, essa tarte é tremendamente maravilhosa!!! De facto, o único bolo que a minha mãe fazia era um muito simples, com ovos, farinha, açúcar e raspa de limão, nada sofisticado como essa tarte ;)
Beijinhos,
Madalena

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Que maravilha Patricia uma delicia de tarte, vou-me já embora...maravilha....bjokitass

O que é que se come aqui? disse...

Que tentação!!
Deve ser deliciosa.....

Bjocas

BValério disse...

É linda :) Sem dúvida que vou experimentar. Tem mesmo um bom aspecto.

Ratolinha disse...

Olá!
Esclarece-me uma coisa, a base de bolacha não vai a cozer ao forno? Simplesmente leva o recheio que indicas: "Batem-se os ovos e juntam-se as farinhas, o açúcar e mistura-se bem.

Adiciona-se o leite a ferver. Vai ao lume até fazer creme, mexendo sempre. Junta-se a manteiga, o chocolate moído, o pó de mousse e o rum".
Por favor esclarece-me para o meu maul: ratolinha17@gmail.com
beijo

Alessandra Macedo disse...

Que maravilhoso!

Apaixonante!

Alessandra Macedo
http://cozinhadaleca.blogspot.com/

Receitas ao Desafio disse...

Olá Ratolinha, já especifiquei na receita original a massa da terte não vai ao forno a tostar. Mas eu prefiro tostá-la ligeiramente no forno, deixá-la arrefecer e depois colocar-lhe o creme de chocolate. Fica ainda mais saborosa e crocante.
Ficará ainda mais bonita se colocares raspas de chocolate negro por cima do chantilly. Eu só tinha em casa estes rolinhos de chocolate, mas umas lascas de chocolate dariam à tarte um aspeto mais charmoso.
Um beijinho
Patrícia

Luísa Alexandra disse...

A verdade é que a tarte é super gulosa de olhar! Mas só mesmo provando para ter a certeza! Gostei imenso da receita, obrigado.

Sandra Batista disse...

Fiquei completamente encantada com esta maravilha, ficou perfeita!!
Beijinhos

Caderninho de Receitas disse...

Esta tarte de chocolate também podia ser cá de casa. Tenho a certeza que os meus miúdos iam adorar. Gostei muito e essa fatia devia ser deliciosa. Beijinhos

Christine disse...

Bomdia,

Queria tentar fazer este receita.

Como nao falou perfeitamente portugues ha algo que nao entendo bem nesta receita.

Podia me dizer o que é que vocé chama "1mousse" na parte do recheio?

Agradeço desde ja para a sua resposota.

christinecapela78@hotmail.com

Receitas ao Desafio disse...

Olá Christine, 1 mousse significa um pacote de mousse de chocolate instantâneo. Abre-se o pacote e utiliza-se o pó sem adicionar líquidos.
Espero ter ajudado. Vou enviar também para o mail acima esta informação.
Um abraço.
Patrícia

Christine disse...

Obrigada Patricia pela informaçao.
Agora ja vou poder tentar fazer esta receita que me parece ser uma delicia !!!

Parabens pelo seu blog!!!

Um abraço