sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Broinhas de Natal

Todos os Natais de que me lembro tinham como doce as Broinhas de Natal da minha mãe, semelhantes àquelas que podíamos comprar nas pastelarias mas, em vez de serem de tamanho individual, saíam do forno em formato XL. Possivelmente por sempre ter tido uma vida muito atarefada... havia que simplificar aquilo que era possível.
Hoje, talvez pelo hábito, também as faço assim, para comermos à fatia. Sabem muito bem e ajudam a "estar mais próximo" dos que estão além Atlântico.



Ingredientes
5 kg de farinha de trigo
1 kg de farinha de milho amarelo
1 abóbora
1 kg de açúcar
1 c. sopa (bem cheia) de sal
Frutos secos a gosto (pinhões, nozes, figos, passas...)
fermento de padeiro q.b.*



Preparação
Coze-se a abóbora em pouca água, em lume brando. Depois de cozida e escorrida, desfaz-se num alguidar com as mãos, junta-se a farinha e amassa-se bem. Adiciona-se o fermento, dissolvido num pouco de água morna que cozeu a abóbora, e o sal e volta-se a amassar. Se virmos que a massa está muito dura, mesmo depois de bem amassada e batida, acrescenta-se um pouco da água que cozeu a abóbora, mas atenção: pouco de cada vez!
Deixa-se levedar uma hora e meia, devidamente tapada com um pano de cozinha e um cobertor.
Depois de lêveda, adiciona-se o açúcar e amassa-se novamente. Por fim, juntam-se os frutos secos e envolvem-se muito bem na massa.
Tendem-se pequenas porções de massa numa tigela redonda enfarinhada e levam-se as broinhas ao forno até cozerem (mais ou menos 1 hora consoante a temperatura).

Atrevam-se. É muito bom!







* - compro fermento de padeiro em barra e utilizei + ou - 3 a 4 dedos de largura.

Beijinhos e continuação de Boas Festas!

Maria


8 comentários:

Ondina Maria disse...

Que grandes!!!! Acho que nunca comi broinhas à fatia :p

Miguel O disse...

Não basta ter um forno, é preciso dar-lhe uso e é isso mesmo que se vê por aqui. Parabéns e votos de um Ano Novo muito Alegre.

Luisa Alexandra disse...

Que cor linda tem esse interior, uma maravilha!

Ilídia disse...

Pão caseiro, broinhas... A tua mãe tem razões para estar orgulhosa :) Estão super apetitosas!
Um beijo

foodwithameaning disse...

À bela moda terceirense posso dizer que tu andas muito arrematada. Que padeira nos tens saído. Primeiro apresentas-nos aquele pão caseiro tão tentador. Agora, ofereces-nos estas broinhas. Ó rapariga, Nosso Senhor te dê muita saúde para continuares a fazer estas maravilhas. No fundo, no fundo, eu percebo que assim matas saudades das tradições que estão longe este Natal.
Que 2013 te seja próspero em tudo.
Um beijinho, que bem dividido dá para os três.

Mar disse...

Às pessoas que são estas receitas. Desejos de coisas boas. De muitas coisas gratas.

O meu carinho.

Mar

lurdes disse...

Olá .Obrigada pela publicação da receita de pão .Gostaria que publicasse as quantias exactas de água assim como a de fermento.
Estou com curiosidade em experimentar.

Receitas ao Desafio disse...

Obrigada a todos pelos comentários!
Lurdes: a quantidade de fermento não a posso especificar em peso. Só quando voltar a fazer novamente. Mas não sei se tem acesso a fermento de padeiro em barra. Eu utilizei o equivalente a 6/7 cm do mesmo.
Quanto à água, utilizei, mais ou menos, 4 litros. Não podemos deixar a massa mole, porque depois de lêveda, quando juntarmos o açúcar, ela amolece ainda mais e pode dificultar a ação de tender.
Espero ter sido esclarecedora.
Beijinhos.
Maria