terça-feira, 8 de julho de 2014

Guardanapos

Quando vim morar para a Terceira, uma das coisas de que senti falta, no início, foi de uma pastelaria com uma montra de bolos apelativa ;) Assim... tipo a da Pastelaria Vénus de Coimbra, com doces, salgados e pão maravilhosos! Agora, já me habituei e, devagarinho, já descobri onde comer um bom doce.
Aqui, aprendi a gostar do guardanapo. Não, não é aquele a que estava habituada a comer no continente. Aqui, isso é um lenço. O guardanapo é de massa folhada, recheada com marmelada. Muito bom!
A minha amiga Carla fá-los em casa, em miniaturas. Há dias repliquei a receita dela.
 
 
 
Ingredientes
(não coloco quantidades porque depende da quantidade de massa folhada que quisermos utilizar)
 
massa folhada retangular (de compra)
marmelada
gema de ovo (para pincelar)
 
 
 
Preparação
Não há nada mais simples do que preparar estes guardanapos.
Corta-se a massa folhada em quadrados. No interior de cada um, coloca-se uma porção de marmelada a gosto. Fecha-se a massa, em formato triangular, tendo o cuidado de cerrar bem. Pincela-se com gema de ovo e leva-se ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal e ligeiramente untado com manteiga, até ficarem lourinhos.
 
Boas férias!
 
Maria

8 comentários:

Maria João Barbeitos disse...

Gostei muito! :)

Luisa Alexandra disse...

Gosto imenso desse tipo de folhados, e o melhor é que são bem fáceis de fazer!

São Ribeiro disse...

Esses de massa folhada não conhecia,mas gostei pois adoro massa folhada.
Ficaram lindos e imagino que deliciosos
bjs

Tertúlia da Susy disse...

Hum, que bom!

pimentinha disse...

Eu já provei estes guardanapos feitos por um Terceirense :) São bem gostosos!
Bjos

Teresinha disse...

Maria,
vou já levantar o rabo da cadeira, ligar o forno e fazer isso!
Daqui a dias vêm os marmelos e eu ainda tenho uma tigelinha de marmelada, do ano passado.
Boa ideia!!!
Beijinhos

Rosa Santos disse...

Olá!
Gostei muito desta sugestão dos guardanapos e como gosto muito de massa folhada, vou levar a receita se não se importar. Ficaram tentadoramente gulosos, douradinhos e crocantes. Quando estamos habituados a certos miminhos centimo-nos carentes. Eu senti também um pouco quando vim de Lisboa para o Porto. O mais evidente, entre outros, foram os bolos com chantily. Aqui não o preparam com natas frescas, é feito de um pó industrial. Só há, mais ou menos, 5 ou 6 casas em que utilizem o verdadeiro chantily na sua pastelaria. Gostei muito.
Beijinho

Natalina Coelho disse...

sou viciada nesses guardanapos pois vivi algum tempo na Terceira mas eles na pastelaria são feitos com a massa redonda do tamanho de um prato e depois de por a marmelada no centro sao fechados num formato paracido com as tortilhas :)